ANADARKO Petroleum Cop

Empresa norte-americana descobre petróleo no norte de Moçambique

A companhia norte-americana ANADARKO Petroleum Cop anunciou a descoberta de petróleo na Bacia do Rovuma, no norte de Moçambique.

A confirmação foi feita esta segunda-feira pela ministra dos Recursos Minerais de Moçambique, Esperança Bias, que explicou que a presença de petróleo associada ao gás naquela bacia foi detectada a uma profundidade de 5100 metros. Esta é a primeira vez que se descobre petróleo “off shore” na África Oriental.

«Dizemos que há presença de petróleo, porque ainda é necessário confirmar, através de pelo menos mais três furos que serão feitos, se essa presença significar uma descoberta comercial», disse a governante.

Ainda este ano, a ANADARKO deverá proceder à abertura dos restantes três furos, disse a ministra moçambicana dos Recursos Minerais.

«Neste momento está a fazer-se avaliação das amostras que foram recolhidas e, em função disso, vai-se determinar quando é que serão feitos os outros furos», afirmou.

Há quatro anos, a companhia norte-americana e as autoridades moçambicanas rubricaram um acordo para a abertura de seis furos na Bacia do Rovuma.

O petróleo associado ao gás foi descoberto no terceiro furo denominado “Ironclad”, depois de no segundo furo, designado “Windjammer”, aberto em Fevereiro último, a multinacional ANADARKO ter anunciado a descoberta de gás em offshore, a uma profundidade de 3600 metros e 147 de espessura.

Para além da ANADARKO, existem mais três empresas a fazerem pesquisa e prospeção de hidrocarbonetos na bacia do Rovuma: a ENI da Itália, PETRONAS da Malásia e a STATOIL da Noruega.

Fonte